Friday, August 28, 2009

The path to the river / O caminho para o rio


For a long time, the rivers were the cheapest and most ecological "laundry shops" that could be found, open 24h a day... Maybe they didn't work so well on rainy days, and much less in those freezing winters every year get in the way of these villages, but in the warm, cheerful days as we see here, where could one be better? Ah, yes, perhaps in an old porch, also taking advantage of the company and the music of the fresh waters, but without having to rub vigorously a few pairs of underpants.
Durante muito tempo, o rios foram as “lavandarias” mais baratas e ecológicas que podiam ser encontradas, abertas 24h por dia... Certo que não funcionavam lá muito bem em dias de chuva e muito menos nos gélidos Invernos que todos os anos se atravessam no caminho destas aldeias, mas nos dias risonhos e quentes como o que aqui vemos, onde se estaria melhor? Ah, sim, talvez num velho alpendre, tirando também partido da companhia e da música das frescas águas, mas sem ter que esfregar vigorosamente uns quantos pares de ceroulas.
Fabriano cold pressed 7"x 5" - 140lb (18x12,5cm - 300g/m2) paper
Etsy shop: Click here / Loja Etsy: Clique aqui

4 comments:

Villager said...

Estes excelentes trabalhos sempre me fazem lembrar as cenas que Roque Gameiro pintou para ilustrar o livro "As Pupilas do Senhor Reitor" que se podem ver aqui:

http://www.artistasmindericos.com/artistas/artigo.asp?cod_artigo=176597

Paulo J. Mendes said...

Excelente este link que acabou de partilhar, vou passar algum tempo a ver estas obras magníficas :))
Um excelente fim-se-semana!

Luís Bonito said...

Mais um magnífico postal!
Este emana a frescura da água que corre.
E sempre com a casticidade própria das suas representações das paisagens portuguesas.
Parabéns e um grande abraço.

Paulo J. Mendes said...

Obrigado, amigo Luís!
Nestes dias de Verão quente e luminoso, "foge-me o pincel" para a fresca beira dos rios :))