Sunday, February 1, 2015

Em Braga, fugindo à chuva / Escaping the rain in Braga


Num daqueles dias meteorologicamente apocalípticos que chuva e frio tornam impossível de permanecer na rua com um caderno na mão, procurei refúgio num dos emblemáticos cafés do centro da cidade para me reconfortar com uma beberagem quente, enquanto fazia um esboço rápido do exterior; Um ângulo interessante pelo posicionamento dos edifícios e profusão de elementos na rua: Árvore, candeeiro, suporte de bicicletas, as iluminações de Natal permanecendo muito para lá deste, e, claro, os apressados transeuntes tão fustigados como eu em breve voltaria a estar. Em quinze minutos saiu-me esta coisa meio confusa, mas de que gosto nem sei bem porquê.
In one of those meteorologically apocalyptic days in which rain and wind make impossible to stand outdoors with a sketchbook, I sheltered myself in one of the best known downtown cafes for a hot beverage and a bit of comfort, while making a quick sketch of the outside; The angle was interesting due to the building's positions and the abundance of objects in the street: Tree, lamp, bike rack, the illuminations still in place far beyond Christmas and, of course, the hasty pedestrians, as battered as I was soon to be. In fifteen minutes this sort of mess came out, but I like it for some reason.

Largo dos Penedos, abrigado na arcada de um prédio noutro dia não menos castigador. Um local de passagem diária que pretendo um dia voltar a desenhar. Por detrás do automóvel, um posto de venda de títulos de transporte e, por detrás deste, um edifício arquitectonicamente interessante que este desenho mais faz parecer um vulgaríssimo mamarracho de cimento. O meu jeito para desenhar carros, proporcional ao interesse que me suscitam enquanto motivo, fica bem patente neste esboço de vinte e cinco minutos.
Que diferença em relação ao ambiente muito mais controlado da confortável mesa de trabalho...  Desenhar ao vivo é aprender tudo de novo, mas é muito bom!
Penedos square, under a building arcade in another day not less punishing. A place of daily passage I intend to sketch again one day. Behind the car, a bus ticket booth, and behind it an architecturally interesting building that this drawing makes seem more like any other ordinary concrete box. My ability to draw cars, in proportion to the interest I have for them as drawing subjects, is clearly stated in this twenty-five minute sketch.
What a difference from the much mre controlled environment of the comfortable working table... Drawing from life is learning all over again, but it's damn good!

Saturday, January 31, 2015

Friday, January 30, 2015

Thursday, January 29, 2015

Wednesday, January 28, 2015

Um desenho em Ponte de Lima / One sketch in Ponte de Lima


É das minhas terras preferidas: Gosto especialmente de a visitar aos Domingos de manhã, quando a frente ribeirinha se anima de gente e há sempre uma feira ou evento a acontecer. Junte-se a isso o casario antigo, os monumentos e a abundância de jardins e recantos ajardinados, e temos remédio para animar o mais deprimido dos visitantes em qualquer altura do ano!
Há muito que lá não ia e desta vez demorei-me menos do que o habitual, porque queria aproveitar o tempo livre para visitar mais uns quantos lugares, mas nem por isso quis deixar de procurar um qualquer motivo para mais uma prática de desenho de observação. E de entre muitos à escolha, tantos que dariam para muitos dias, acabei por me decidir por este simples recanto que aprecio desde sempre, onde me entretive durante cerca de 45 minutos, durante os quais fui sendo aos poucos rodeado por uma pequena e interessada multidão de jovens espectadores.
No final, senti uma enorme satisfação, não tanto pelo desenho em si, mas sobretudo pelo prazer de ter estado naquele sítio a trabalhar nele. Uma diferença substancial em relação ao desconforto, ainda não vai assim tanto tempo, das minhas primeiras tentativas...

It's one of my favorite towns. I especially like to visit it on a Sunday morning, when the riverfront is cheerfully bursting with people and there's always an event or a market. Add to this the old houses, the monuments and the abundance of gardens and landscaped corners, and we shall have medicine to cheer up the most depressed of visitors at any time of the year! 
Haven't gone there for a while, and this time stayed less than usual, as I wanted to use my break to visit a few more places, but did'n miss the chance to look for a subject to practice a bit more of observation drawing. Among many to choose from, which could last for many days, I decided myself for this simple corner I appreciate since ever, and so there I stayed, entertaining myself for some 45 minutes, surrounded by a small and interested crowd of young spectators. 
I felt a great satisfaction at the end, not so much for the drawing itself, but especially for the pleasure of having been there working on it. A huge difference from the discomfort of my still recent first attempts...

Monday, January 26, 2015

Sunday, January 25, 2015

Saturday, January 24, 2015

Thursday, January 22, 2015

Lápis / Pencil


Em Agosto do ano passado, escrevi no início de um post que “não sou por natureza um experimentalista”. Desde então, a sensação que tenho é a de que não tenho feito outra coisa senão experiências. Ultimamente tem sido o lápis... Não sou por natureza um coerente.
I started a post from last August writing that “I'm not an experimentalist by nature”. Since then, my feeling is that I've done nothing but experiences. It's been pencil lately... I'm not a coherent by nature.

Wednesday, January 21, 2015

Tuesday, January 20, 2015

Sunday, January 18, 2015

Porta azul / Blue door


Portas rústicas pintadas de um azul claro que vai desbotando são como que uma velha obsessão... Talvez seja devido à influência de uma casa que realmente existiu, sobre a qual escrevi em tempos um post que por estes dias me deu para revisitar e actualizar.
Caderno Winsor & Newton A5
Rustic doors in a fading pale blue are something of an old obsession... Maybe due to the influence of a house that really existed, about which I wrote some time ago a post that I decided to revisit and update these days.
Winsor & Newton A5 sketchbook

Saturday, January 17, 2015

Friday, January 16, 2015

Desenhando por Braga / Sketching around in Braga


Não sendo o lugar onde vivo, é em Braga que passo a maior parte do meu tempo, sendo por isso a cidade a que cada vez mais chamo a “minha”, naquilo que não é mais do que o natural estreitar de uma ligação que já vem de longe, pois sempre aqui tive fortes laços familiares.
Not being the place where I live, it is in Braga that I spend most of my time. For that reason, it is the city I increasingly call “home”, something that isn't more than a natural strengthening of an old connection, since I always had strong family ties there.
Sempre que posso, não dispenso um pequeno passeio após o almoço pelas ruas sempre animadas do seu centro, onde nunca faltam coisas de interesse para ver. Mais recentemente, tenho aproveitado esse pedacinho do dia para praticar o desenho de observação.
Whenever it's possible, I never dispense a short after-lunch walk by its lively downtown streets, where there is never lack of interesting things to see. More recently, I've been taking this little piece of day to practice observation sketching. 

Sendo pouco o tempo de que disponho, tento optimizá-lo de forma a tornar o trabalho rápido e ágil, reduzindo os materiais ao estritamente necessário: Um caderno formato A5, uma caneta de tinta não indelével, um par de lápis de cor aguareláveis e um pincel de água. De pé, sentado, num café ou até mesmo dentro do carro, procuro trabalhar com rapidez e sem pensar muito, não demorando mais do que quinze a vinte minutos por tentativa.
Being short of time, I try to optimize it for a fast and agile work, reducing my sketching tools to a minimum: An A5 sketchbook, a non-waterproof pen, a pair of colored watercolor pencils and a waterbrush. Standing, seated, in a cafe or even inside my car, I try to work fast and not thinking too much, not taking longer than fifteen to twenty minutes in each attempt.
O resultado é para mim algo estranho, um traço completamente diferente daquele que costumo ter e no qual não me reconheço de todo, mas que me diverte mais do que aborrece. Com o tempo, a prática, e outros materiais a experimentar no futuro, espero aperfeiçoar esta nova variante dos meus trabalhos habituais, complementando assim as paisagens imaginárias para as quais nem todos os dias existem ideias ou inspiração.
The result is for me quite strange, a style completely different from my usual works and in which I don't recognise myself, but that I find more amusing than annoying. Time and practice, as well as new tools to try in the future, will expectably improve this new variant from my usual work, another complement of the imaginary landscapes, for which not every day there are ideas or inspiration.

Thursday, January 15, 2015

Wednesday, January 14, 2015

Tuesday, January 13, 2015

Monday, January 12, 2015

Sunday, January 11, 2015

Friday, January 9, 2015

Thursday, January 8, 2015

Wednesday, January 7, 2015

Tuesday, January 6, 2015

Sunday, January 4, 2015