Sunday, June 21, 2009

An old street / Uma rua antiga


Last Friday and Saturday, after two failed attempts with a new work - the last one in the sketch sequence previously posted - I decided to put it away, have a good sleeping night and start freshly with something different on Sunday. Searched then among some of my older sketches, and found one that pleased me. Wasn't expecting to have it finished in the same day, but it just happened, being a good compensation for the wasted time and work of the previous days.
So here we have a pleasant street in the historical centre of an old town, ending in a small square with two old ladies chatting at the entrance of an old convent. It seems to me that if someone in the above porch happened to excessively approach one of those flower pots, it would be the end of some juicy local gossip...
Depois de duas tentativas falhadas na Sexta e Sábado para avançar com um novo trabalho, mais propriamente o último da série de esboços anteriormente publicada, decidi pô-lo de lado, dormir uma boa noite de descanso e começar um trabalho diferente no Domingo. Andei então a procurar entre alguns dos esboços mais antigos e encontrei um que me agradou. Não esperava tê-lo pronto no mesmo dia, mas assim aconteceu, o que compensa bem o trabalho e tempo perdidos nos dias anteriores.
Aqui temos uma agradável rua no casco histórico de uma vila antiga, terminando num largo onde duas velhotas conversam à porta de um velho convento. Quer-me parecer que se alguém no alpendre por cima delas se encostasse demasiado a um daqueles vasos floridos, seria o fim das sumarentas coscuvilhices locais...
Fabriano cold-pressed 7"x 5" - 140lb (18x12,5cm - 300g/m2) paper
Sold / Vendido

6 comments:

Arménia Baptista said...

Diferente, mas não menos bonito!
...é preferível que ninguém se encoste... os vasos ficam melhor na varanda! (tão riquinhas, as velhas)
:)

Paulo J. Mendes said...

Se algum cair, ao menos que seja na que tem um "pucho" na cabeça... Sempre amortece :))

Rafael Carvalho said...

Cheira-me a Minho...
Cumprimentos.

Paulo J. Mendes said...

Um pouco de Minho com certeza, mas também fui "beber" a certas terras das Beiras...
Um abraço!

Villager said...

Mais uma imagem terapeutica...e eu bem estava a precisar. Por isso, os meus agradecimentos.

Paulo J. Mendes said...

Depois de um fim-de-semana recheado de peripécias e aborrecimentos, entre os quais umas quantas pinturas falhadas, este trabalho também foi para mim uma verdadeira terapia :))