Tuesday, February 2, 2010

Half band waiting / Meia banda à espera


A radiant sun illuminates the already graceful town of Ponte da Penca, which wakes festooned for the most special of all occasions, the biggest day of St. Dicle's feast. Part of the band, who will play following the departure of the solemn procession, is waiting now for the rest of the elements, the musicians from the place located on the opposite bank of the river. Given the traditional rivalry between the people of both margins, it's more than certain that this expectation will result in the most lively maliciousness between the two factions ... Of course, the rivalry is friendly and just an excuse to play so, by the end, the most likely it is that music will come out perfect and all of them will spend a great day of celebration.
Um sol radioso ilumina a já de si airosa localidade de Ponte da Penca, que acorda engalanada para a mais especial das ocasiões, o dia maior das festas de S. Diclindo. Parte da banda, que irá tocar acompanhando a saída da solene procissão, espera já pelo resto dos elementos, os músicos do lugar situado na outra margem do rio. Dada a tradicional rivalidade entre as gentes da margem de lá e as da margem de cá, é mais do que certo que esta espera irá dar origem às mais animadas picardias entre as duas facções... Claro que a rivalidade é amigável e apenas um pretexto para a brincadeira pelo que, no final, o mais provável é que a música saia perfeita e todos passem um excelente dia de festa.
Fabriano Artistico rough 8"x 5" - 140lb (18 x12,5 cm - 300g/m2) paper
Available: Click here / Disponível: Clique aqui

6 comments:

Arménia Baptista said...

Uma bela casa, um rio, uma ponte e uma banda à porta...tanta coisa de que eu gosto!! Será que tem aqui um lugarzinho para eu morar?!
;)

Paulo J. Mendes said...

Arranja-se com certeza: Pode desde já escolher a casa que mais lhe agradar :))

Villager said...

Mesmo se a música saír um pouco desafinada, a alegria da festa continuará. Muita imaginação e criatividade foi precisa para compôr esta tão bonita cena.

Paulo J. Mendes said...

Tem toda a razão, amigo Villager: O mais importante é aproveitar ao máximo o dia, a alegria e boa disposição entre todos os celebrantes.

Rafael Carvalho said...

Os arcos estão um primor!
Cumprimentos.

Paulo J. Mendes said...

São de facto uma "arquitectura efémera" com um certo interesse... Hei-de voltar a reparar neles :))